Curso para Catequistas da Catequese Especial

Curso para Catequistas da Catequese Especial

terça-feira, 14 de maio de 2013

Lançamento Wak Editora (II)

Título:  EXPERIÊNCIAS E DINÂMICAS DE INCLUSÃO - um olhar comprometido e afetivo
Autoras:  LUCY SILVA e REGINA MARA CONRADO
Editora:  WAK EDITORA - 116 páginas  - 110g - 14x21cm
ISBN:  978-85-7854-240-5
Valor: 30,00

Com a crescente exigência do mundo moderno, o ser humano está se modificando e, com isso, o trabalho na escola torna-se cada dia mais complexo na questão de administrar a responsabilidade de transmitir e mediar o conhecimento e aplicar os valores que são a essência para qualquer indivíduo viver na sociedade. E, em meio às novas tendências educacionais, surge o grande desafio da inclusão. O sucesso da inclusão está relacionado com a postura do educador, permitindo acreditar e aceitá-la e assim, consequentemente, atingir todos que circundam a criança inclusa, principalmente os colegas de sua turma.
Este livro proporciona guias de ações úteis e concretas, como projetos, planos e dinâmicas que possam auxiliar as atividades pedagógicas educacionais de maneira concreta na prática pedagógica do professor.


 NAS MELHORES LIVRARIAS
Mais informações sobre o livro e autores no site - www.wakeditora.com.br 

segunda-feira, 13 de maio de 2013

Lançamento Wak Editora (I)

Título:  A INCLUSÃO NA PRÁTICA - respeitando a diferença
Autora:  ANA CRIS FERREIRA
Editora:  WAK EDITORA - 144 páginas - 14x21cm - 130g
ISBN:  978-85-7854-239-9
Valor: R$ 32,00

Este livro tem como finalidade esclarecer com palavras simples, diretas e objetivas aos profissionais das áreas de educação e saúde, também as famílias de pessoas com Lesão Cerebral, por meio da minha experiência de vida e de formação profissional. Se nós tivermos oportunidades, sensibilidades e acessibilidades, poderemos ter uma vida, na medida do possível, dentro do normal.

NAS MELHORES LIVRARIAS
Mais informações sobre o livro e autores no site - www.wakeditora.com.br 

quarta-feira, 8 de maio de 2013

Acolhida aos peregrinos com deficiência

Mais de 200 voluntários estão recebendo formação especial para cuidar dos peregrinos com deficiência durante o evento. São vários treinamentos até a semana da Jornada, envolvendo voluntários diocesanos, ou seja, da Arquidiocese do Rio de Janeiro.
A organização dividiu em quatro grandes grupos a atenção às pessoas com deficiência: cegos, surdos, cadeirantes e pessoas com paralisia cerebral e pessoas com deficiência intelectual. A cada uma delas é garantida a atenção às diferentes realidades de deficiência. Vale ressaltar que os voluntários não serão acompanhantes, mas auxiliarão pontualmente nas necessidades específicas.
Na formação, os voluntários conhecem as definições de conceitos de cada uma dessas áreas. Os detalhes sobre as atenções a cada grupo serão passados pelas próprias pessoas com deficiência. Segundo César Bacchim, responsável pelas medidas de acessibilidade e comunicação às pessoas com deficiência na JMJ Rio2013, a interação e convivência entre os voluntários e as pessoas com deficiência no treinamento já são parte da formação, fazendo com que os jovens tenham mais contato com as diversas realidades que encontrarão em julho, durante a Jornada.

Como será a participação do peregrino com deficiência na JMJ Rio2013?
O peregrino com deficiência precisa deixar claro que deseja uma hospedagem diferenciada e a natureza específica de sua necessidade deve ser indicada durante o processo de inscrição. A organização do evento entende que os grupos daqueles que não optam por essa opção vão prover o que é necessidade de um cadeirante, por exemplo, durante a JMJ.
A equipe de organização ainda está elaborando medidas mais específicas de acessibilidade e comunicação. Algumas medidas são comuns a todos os peregrinos com deficiência. Entre elas:
-- Cada peregrino terá sinalizado em seu crachá a cor e o símbolo internacional relacionado a sua deficiência para identificação, conforme já utilizado na ONU, nos órgãos governamentais e na Igreja.
-- Todas as pessoas com deficiências serão tratadas como peregrinos e serão alocados conforme o idioma do país de origem;
-- No Festival da Juventude, as apresentações que contam com serviços de interpretação e acessibilidade aos peregrinos com deficiência serão indicadas em panfletos da programação, com os símbolos internacionais;
-- A hospedagem é oferecida para o peregrino com deficiência e seu acompanhante;
-- As pessoas com deficiência terão um espaço garantido próximo ao palco dos atos centrais e nas catequeses. Desde que elas estejam com suas credenciais, terão acesso a esse espaço, pois quanto mais próximo ao Santo Padre, maior a segurança. Porém, elas não serão obrigadas a ficarem nesse espaço especial. Se desejarem participar dos atos centrais em outros setores do Campus Fidei (Guaratiba) ou na Praia de Copacabana, poderá fazê-lo. Porém, que ao optarem por participar da Vigília (no sábado, dia 27) no local especial no Campus Fidei deverão permanecer lá durante toda a noite, até o final da missa de envio, no domingo.